Exercícios

Está aqui

Ares Altos

Os ares altos constituem o primor máximo da Equitação Barroca. Para o ensino dos ares altos os picadores recorrem aos trabalhos à vara. O principal exercicio preparatório é o piaffer e respectivas transições ao passo, ao trote e ao parado.

O piaffer é um trote no mesmo terreno com elevação e cadência.

Além do piaffer, ensinam os picadores, as corvetas, terra a terra, galope no mesmo terreno, assim como as transições rápidas e precisas destes exercicios a andamentos mais activos, para diante, com a finalidade de ir buscar frescura e criar tónus muscular para formar e executar os saltos de escola mais enérgicos como as balotadas e as espectaculares capriolas.

Os principais ares altos são as levadas, pousadas, corvetas, balotadas e capriolas:

Levada – É um ar alto em que o cavalo flecte graciosamente os curvilhões, puxando o peso atrás e recolhendo os anteriores aproximando-os do ventre.

Pousada – Neste ar a atitude é mais alta que a anterior eque nas corvetas havendo uma menor flexão dos curvilhões.

Corvetas – Saltos sobre os posteriores a partir da atitude de levada. Enquanto que na pousada, o cavalo executa o exercicio à base de equilibrio devido à atitude ser mais alta, a corveta é executada mais à base da força dos curvilhões, devido a um maior flexionamento dos referidos membros, sendo consequentemente a atitude mais baixa.

Balotada – Depois da preparação deste ar em piaffer ou galope no mesmo terreno, o cavalo forma o salto recolhendo os anteriores e mantendo os posteriores debaixo do corpo.

Capriola – Neste ar o cavalo concentra-se, puxando bem o peso atrás, flectindo os curvilhões, salta energicamente, elevando-se no ar e distendendo energicamente os membros posteriores, planando uns momentos na atitude de Pégaso.

 

Trabalho à Vara

Com este trabalho inicia-se o flexionamento e a mobilização lateral dos cavalos, passando pelos trabalhos de duas pistas em redor do pilão fixo, para a execução dos mesmos exercicios em volta do picador. O cavalo vai-se concentrando e jogando com o seu centro de gravidade, preparando-se progressivamente para os ares altos.

 

Trabalho aos Pilões 

Os Mestres antigos usavam os pilões para reforçar a concentração dos seus cavalos e diziam “os pilões dão espirito aos cavalos”. Ai a partir do piaffer davam inicio ao trabalho das levadas, corvetas, balotadas e capriolas.

Por uma questão de estética hoje em dia os pilões estão colocados no meio do picadeiro suportando as bandeiras com as armas de D. João V.

 

Rédeas Longas

Pelo Ensino, o cavalo torna-se dócil e adquire uma cadência lenta que permite ser conduzido a pé.

As indicações discretas da vara, são suficientes para que execute os mais dificeis exercicios de Alta-Escola que vemos no cavalo montado.

 

Pas de Deux e Pas de Trois

Dois ou Três picadores evoluem na pista executando diferentes coreografias, demonstrando vários movimentos e figuras nos três andamentos, nomeadamente trabalhos de duas pistas; piruetas e passagens de mão aproximadas a galope; piaffer e passage.

 

Solo

Apresentação de um cavalo montado nos três andamentos com exercicios de grau elevado de dificuldade. Este pode ser apresentado também conduzindo o cavalo apenas com uma mão.

 

Carrosel

Um grupo de 8 a 12 cavaleiros evolui com uma coreografia sincronizada, como uma espécie de ballet equestre.

Theme by Danetsoft and Danang Probo Sayekti inspired by Maksimer